Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Lutar, criar, Reciclagem Popular!
Ferramentas Pessoais
Acessar
This is SunRain Plone Theme
Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Notícias nacionais / Fórum Social Mundial 2018 na Bahia teve participação de Catadores

Fórum Social Mundial 2018 na Bahia teve participação de Catadores

por Setor de Comunicação MNCR publicado 21/03/2018 12h22, última modificação 21/03/2018 12h22
Capital baiana reuniu movimentos de todo o mundo em busco de um novo mundo

A cidade de Salvador, na Bahia, sediou a edição de 2018 do FSM (Fórum Social Mundial), evento de reúne movimentos sociais de todo o mundo para discutir e construir coletivamente um novo mundo por meio de ações, reflexões e organização da sociedade buscando alinhar objetivos comuns e alianças estratégicas.

O MNCR teve um pequena participação no Fórum, pois a delegação de cerca de 100 catadores e catadoras não conseguiu a verba necessária para viagem de várias partes do Brasil para Salvador. Porém, os poucos representantes puderam imprimir a marca do MNCR em diversas atividades realizadas durante o FSM.

Na oficina sobre “Sistemas Populares de Gestão de Resíduos” os Catadores puderam se somar há outras experiência do Encontro Internacional Novos Paradigmas realizado em parceria com a Abong - Organizações em Defesa dos Direitos e Bens Comuns. Outra oficina etno-desenvolvimento debateu a participação dos Catadores na luta contra o racismo estrutural e organização da população negra. A atividade aconteceu em conjunto com diversas entidades do Movimento Negro.

O MNCR participou de atividade promovida pela UNICOPAS, união de entidades que defendem o cooperativismo popular, denominada "Conferência Economia Solidária como Estratégia de Desenvolvimento". Estiveram presentes na atividade o representante daUNISOL Brasil, Arildo Mota Lopes, da UNICATADORES, a catadora Aline Sousa Silva, da Unicafes, Vanderley Ziger, da CONCRAB/MST, Francisco Dal Chiavon, todos também representantes da diretoria da UNICOPAS. Durante o evento a entidade lançou uma plataforma política para enfrentar o momento difícil de golpe em que vive o país.

Fizeram parte da mesa também o representante da CUT, João Cayres, da Central de Movimentos Populares - CMP e Movimento Sem Terra de Luta – MSTL, Eduardo Cardoso, da UFRN, Roberto Marinho, do Fórum Brasileiro de Economia Solidária, Lidiane Freire de Jesus, da Cáritas Brasileira, Irmã Lourdes, da Nexus da Itália, Emilia Romana e Nexus Brasil, Sandra Pareschi. A delegação estrangeira também era composta pelo representante da Federación de Cooperativas Autogestionadas de Buenos Aires - FEDECABA da Argentina, Dario Farcy, da Fundaçao das Cooperativas de Mondragon – Espanha, e da Federación de Cooperativas de Producción del Uruguay - FCPU – Uruguai, Luiz Alves.

O MNCR também participou da Marcha e da Assembleia Mundial das Mulheres no Fórum Social Mundial que mobilizou mulheres de todas as partes do mundo denunciando a falta de direitos e violência de gênero que acontecem de diferentes formas e várias partes do mundo.
O Movimento também prestigiou o movimento irmão MNPR (Movimento Nacional da População em Situação de Rua) na tenda dedicada a questão do povo de rua para debater a geração de renda para a população de rua. Outro momento importante foi a Assembleia Mundial em Defesa da Democracia que reuniu milhares de pessoas e contou com a presença dos ex-presidentes Lula e Manuel Zelaya, presidente deposto por um golpe em Honduras.

Em diversos espaços foram feita homenagens a vereadora carioca assassinada no Rio de Janeiro por sua atuação pelos direitos humanos, Marielle Franco. 

 

Veja os vídeos abaixo com as participações:

 

 

 

 

 

registrado em:

Navegação